Henrique Vieira: O pecado do racismo


“A abolição da escravidão não representou reparação. O corpo negro ainda é eleito como perigoso e culpado.”


Publicado em 13/05/2019.

Pastor Henrique Vieira. Reprodução de vídeo.

Texto publicado hoje no Instagram oficial do pastor Henrique Vieira

O Racismo é estrutural no Brasil, atravessando as instituições, as políticas públicas, as relações sociais, a grande mídia e os diversos espaços do cotidiano. Consiste no imaginário que percebe tudo aquilo que vem diretamente ou indiretamente da ancestralidade negra como algo primitivo, exótico, animalesco, retrógrado, do mal.

O racismo está nas atitudes, mas está também no olhar e nos pressupostos. É tão enraizado que muitas vezes não é percebido, o que não o torna menos cruel. O Brasil é um país que pratica o genocídio da população negra, o encarceramento em massa, o bloqueio aos espaços de poder, a perseguição às religiões de matriz africana.

A abolição da escravidão não representou reparação. O corpo negro ainda é eleito como perigoso e culpado. A cultura negra ainda é vista como inferior. O racismo é real e letal, envolve a morte da vida e a morte em vida. Racismo fere a dignidade humana e sanha o coração de Deus. Racismo é pecado e é preciso arrependimento individual e coletivo, sistêmico e histórico.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s