Assembleia de Deus Ministério Belém exibe vídeo e pede votos para Bolsonaro durante culto


Pastores pediram votos para Bolsonaro e deputados ligados à igreja, durante culto. Legislação eleitoral proíbe campanha em templos religiosos, com penas de multa e cassação do candidato eleito.


Publicado em 02/10/2018.

O pastor José Wellington Bezerra da Costa e sua esposa, Wanda Costa. Reprodução editada.

A igreja evangélica pentecostal Assembleia de Deus Ministério Belém, localizada no Belenzinho, em São Paulo exibiu um vídeo de Jair Bolsonaro, candidato de extrema-direita à presidência da República pelo PSL. O vídeo foi exibido durante culto de ação de graças ontem (01), em comemoração ao aniversário de casamento do pastor José Wellington Bezerra da Costa e sua esposa, Wanda Costa. Ao final do vídeo e do culto, o pastor e seu filho, José Wellington Bezerra da Costa Júnior, pediram votos para Bolsonaro e deputados ligados à igreja.

No vídeo, Bolsonaro se dirige ao filho de José Welington, o deputado federal e pastor Paulo Freire (PR), como um “prezado amigo e companheiro”. Em seguida, Bolsonaro parabeniza o casal aniversariante e cita a luta contra pautas como descriminalização do aborto e das drogas. Por fim, o candidato agradece pela confiança que depositam nele:

“Juntos, resgataremos essa grande pátria chamada Brasil.”

Após o vídeo, os membros da igreja se levantaram para aplaudir. O pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), aproveitou para pedir votos para Bolsonaro e para seus irmãos, o deputado federal Paulo Freire (PR) e a deputada estadual Marta Costa (PSD) ambos  candidatos à reeleição por São Paulo.

“Nós já temos nossos representantes na Assembléia Legislativa, aqui em São Paulo, e na Câmara Federal, lá em Brasília, e o nosso desejo é que eles retornem a essas casas. E logicamente serão levados por nós. O Paulo está lembrando aqui que é até às dezessete horas que é para votar (risos)” – disse Wellington Júnior.

Ao final do culto, o pastor José Wellington Bezerra da Costa também pediu votos para Bolsonaro, dando-lhe ares de “ungido”, além de atacar a esquerda política:

“No dia sete de outubro, o dezessete precisa estar lá também. A minha orientação, senhores, não votar à esquerda. O senhor Deus, que está velando por esse Brasil, ele certamente colocará aquele com muita unção de Deus e muita graça. O senhor [Bolsonaro] tem falado o nosso idioma nos seus discursos. O senhor fala aquilo que os evangélicos gostariam de ouvir. E nós estamos certos de que, com o apoio dos evangélicos, o senhor cumprirá os seus compromissos junto conosco.”

Vídeo – Assembleia de Deus Ministério Belém exibe vídeo e pede votos para Bolsonaro durante culto

Histórico de poder e domínio da família Costa

Há 30 anos na presidência da CGADB, desde 1988, e na presidência da Assembleia de Deus Ministério do Belém, em São Paulo, o pastor José Wellington Bezerra da Costa é o condutor político da família Costa na igreja. Sua forte influência, aliada ao seu status de “homem inerrante de Deus”, parece ser mais do que suficiente para que suas ordens e determinações sejam incontestáveis, seguidas como mandamentos divinos. Seu último grande feito, antes de deixar o poder maior das Assembleias de Deus, foi conseguir eleger seu filho, o pastor José Wellington Bezerra da Costa Junior, para a sucessão. O patriarca dos Costas também conseguiu eleger seu três filhos na política: Marta Costa, Paulo Freire da Costa e Rute Costa, vereadora em São Paulo.

Lei proíbe propaganda eleitoral em templos religiosos

A legislação eleitoral veda a veiculação de propaganda eleitoral em igrejas e templos religiosos, seja de forma verbal, seja de forma impressa (informativos e folhetos). A não observância da lei pode resultar em multa, aplicada pela Justiça Eleitoral, e na cassação do candidato eleito.

TREs disponibilizam links para denúncias anônimas

Os Tribunais Regionais Eleitorais (TRE) de cada Estado possuem diversos canais de comunicação destinados somente a denúncias de propaganda eleitoral irregular, para quem quiser informar irregularidades cometidas por candidatos. As denúncias são anônimas, não precisa se identificar e o eleitor pode acompanhar o andamento através de um número de protocolo que é gerado.

Link do TRE-SP para denúncia on line:

http://www.tre-sp.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/denuncia-online

Link da ouvidoria do TRE-SP para denúncias:

http://www.tre-sp.jus.br/o-tre/ouvidoria/ouvidoria

Vídeo completo do culto, publicado pelo canal oficial da Assembleia de Deus Ministério Belém no YouTube, TV AD Belém:

Acompanhe nossa Coluna Política!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s