Frente de Evangélicos lança nota contra candidatura ‘messiânica’ de Bolsonaro


Nota da Frente conclama os evangélicos a repudiar qualquer apoio dado a Bolsonaro, pois suas palavras e atitudes são contrárias ao Evangelho.


Publicado em 30/09/2018.

Membros da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito fazem manifestação. Reprodução editada.

A Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito publicou uma nota nas redes sociais contra as manifestações de apoio ao presidenciável de extrema-direita Jair Bolsonaro. Segundo a nota, “a candidatura de Bolsonaro é alimentada pelo ódio, sendo o oposto à proposta do Evangelho”.

Várias falas e posicionamentos de Bolsonaro são citados, como a defesa da tortura e a exaltação de ditadores e torturadores cruéis, como Carlos Alberto Brilhante Ustra e Augusto Pinochet, do Chile. A nota repudia o armamento de civis, a xenofobia, o racismo e a misoginia de Bolsonaro.

A Frente conta com mais de 11 mil seguidores na sua página no Facebook.

Segue a nota na íntegra.

NOTA DA FRENTE DE EVANGÉLICOS PELO ESTADO DE DIREITO

Pode um crente votar em Bolsonaro?

”Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão” (Gálatas 5.1)

Nós, da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito, compomos um movimento formado por crentes em Cristo Jesus. Fazemos parte das mais variadas igrejas e denominações e além da fé, possuímos a certeza de que a democracia é um sistema que permite a garantia de direitos e a construção da cidadania plena.

Assim – diante de tantas cartas e posições de líderes religiosos que reconhecem a candidatura de Bolsonaro como messiânica – nos manifestamos contra as suas posições, levantando nossa voz em nome da justiça, como fizeram os profetas, os primeiros cristãos e milhares de crentes ao longo da história.

Levantamos nossa voz contra a violência, contra o machismo, contra o racismo, contra o preconceito, contra o sexismo, contra o autoritarismo e contra a exclusão manifestadas por Bolsonaro no exercício na vida política, e em seu excludente programa de governo, divulgado como solução para a realidade brasileira.

Afirmamos que armar a população não é política de segurança pública, pelo contrário, é declarar-se incompetente para desenvolver segurança eficaz para todos. Armar a população é emular a barbárie, atribuindo ao cidadão a responsabilidade por sua defesa pessoal. Também não é política de segurança pública premiar policiais que mais matarem “bandidos”. Isso é rito sumário e incitação à violência e ao assassinato.

Desacatar mulheres, sugerindo a sua inferioridade em relação ao homem, não é uma política de justiça e respeito, é misoginia, é assédio moral, é crime. Aludir a possibilidade de estupro em relação a alguém não é descuido verbal, é violência inominável e crime inafiançável.

Apoiar a prática da tortura é crime de lesa humanidade, elogiar torturadores, não é política de segurança nacional, é crime. Dizer que negros quilombolas não servem nem para reproduzir, não é grosseria, muito menos política de igualdade racial: é racismo e crime inafiançável. Deplorar seres humanos porque se entendem de modo diferente não é defesa da família, é desamor ao próximo.

Sabemos que o Evangelho de Jesus Cristo defende a vida de todas as pessoas, especialmente a vida dos mais fracos, física, social, econômica, educacional, racial e moralmente. Foi entre essas pessoas que Jesus andou, tendo sido, ele mesmo, uma delas. Por isso, e por todos os brasileiros, reconhecemos que a candidatura de Bolsonaro é alimentada pelo ódio, sendo o oposto à proposta do Evangelho, daquele que sendo Deus se fez humano e habitou entre nós.

Assim, convidamos o povo evangélico a repudiar as posições esboçadas por essa candidatura que propaga o ódio ao próximo e nega valores básicos do Evangelho, além de ameaçar o restabelecimento da democracia no Brasil. Afinal, como lembra e exorta o apóstolo, foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçamos firmes e não nos deixemos submeter novamente a um jugo de escravidão.

Deus abençoe o Brasil e nos dê sabedoria para votar com liberdade, jamais pelo medo ou ódio, mas somente movidos pelo amor e pela justiça.

28 de Setembro de 2018

Acompanhe nossa Coluna Política!

5 comentários

  1. O povo votar em um candidato de esquerda é aceitável?A Venezuela e hoje Países comunistas são o que são ,pois foram apoiados pela Igreja e professores,juristas e sindicatos. Se o Estado não tem responsabilidade para dar segurança ao seu cidadão,então melhor que se armem,pois o próprio Jesus deixou escrito ,”não se ponha tranca na porta depois que o ladrão adentra”. Então vamos nos cuidar ,nosso País não será “vermelho”,enquanto existirem patriotas,pois estes políticos não são patriotas,muitos são corruptos. Então vou de Bolsonário 17 e ninguém,à não ser Deus para me tirar este direito.

    Curtir

  2. A defesa desse grupo não é partidária a um lado, e sim contraria a uma onda evangélica que se auto intitula porta voz de todos os evangélicos. Aqui, queremos demostrar nosso repúdio àqueles que utilizam a Bíblia para fins pessoais e políticos, e não espirituais. Nenhum dos dois lados representam na sua essência o cristão genuíno. Mas uma coisa é certa, Jesus nunca deixou de olhar para os fracos, degernerados e excluídos. Seu olhar para estes era de amor e não de nojo e ódio.

    Curtir

  3. A linha imaginária do PT é a destruição da Família com o kit gay com a ideologia de gênero a favor do estuprador a favor do aborto então devemos pensar refletir Imagine você o chefe da quadrilha sendo solto vai ter que soltar os outros comparsas o nosso país não aguenta mais na roubalheira dessa Como já teve

    Curtir

  4. Então, vcs preferem apoiar um candidato que quer destruir a família uma das maiores instituições sagradas que Deus criou, que liberar o aborto, o uso de drogas no país, quer soltar um presidiário que afundou o nosso país na lama, eu acho que vcs não sabem nem interpretar algumas frases que Bolsonaro falou, o que ele quis dizer que cara que estava lá pesava tantas arrobas, por que era um homem forte e poderia estar trabalhando em vez de vadiar e mamar na teta do governo com os impostos que nós pagamos, ele quis dizer que o cara era tão vadio que não servia nem para procriar, e entendam ele quer liberar a posse de armas para termos uma arma em nossa residência, porque se um vagabundo entrar teremos como nos defender, e outra coisa porte de armas hj já existe, então posse pra porte a uma grande diferença, pesquisem antes de faltem abobrinhas, bom acho que vcs são aqueles crentes que acham que um vão morar no céu kkkkkk

    Curtir

  5. Então, vcs preferem apoiar um candidato que quer destruir a família uma das maiores instituições sagradas que Deus criou, que liberar o aborto, o uso de drogas no país, quer soltar um presidiário que afundou o nosso país na lama, eu acho que vcs não sabem nem interpretar algumas frases que Bolsonaro falou, o que ele quis dizer que cara que estava lá pesava tantas arrobas, por que era um homem forte e poderia estar trabalhando em vez de vadiar e mamar na teta do governo com os impostos que nós pagamos, ele quis dizer que o cara era tão vadio que não servia nem para procriar, e entendam ele quer liberar a posse de armas para termos uma arma em nossa residência, porque se um vagabundo entrar teremos como nos defender, e outra coisa porte de armas hj já existe, então posse pra porte a uma grande diferença, pesquisem antes de falarem abobrinhas, bom acho que vcs são aqueles crentes que acham que um dia vão morar no céu kkkkkk

    Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s