Lula e PT são os preferidos do público da Marcha para Jesus 2018, diz pesquisa

screenshot_20180601-090249_1527854645963216328919.jpg
O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) e o senador Magno Malta (PR) participam da 26° Marcha para Jesus, em São Paulo. Imagem: Reprodução do YouTube editada.

Lula e o Partido dos Trabalhadores (PT) foram os preferidos dos evangélicos que participaram da Marcha para Jesus 2018, apontou a pesquisa “Entre Deus e o voto: Evangélicos e as eleições de 2018”, realizada durante o evento pelo Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (NEAMP) da PUC-SP em parceria com o Grupo de Pesquisa Comunicação e Religião da INTERCOM (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação) – MIRE (Grupo de Estudos Mídia, Religião e Cultura).

A pesquisa – coordenada pelo professor Leandro Ortunes (NEAMP PUC-SP), com assistência da professora Patrícia Garcia Costa (UMESP/MIRE-INTERCOM) – entrevistou 423 pessoas que se concentravam para acompanhar os carros elétricos. Confira alguns resultados.

Igrejas e denominações

A maioria dos participantes da Marcha são de comunidades religiosas consideradas independentes e das Assembleias de Deus. Quando agrupados por categorias, a maioria é de comunidades religiosas independentes e neopentecostais.

Denominações N %
Adventista 18 4,26%
Assembleia de Deus 71 16,78%
Batista 16 3,78%
Católicos 63 14,89%
Evangelho Quadrangular 14 3,31%
Igreja da Paz 6 1,42%
Internacional da Graça 7 1,65%
Luterano 5 1,18%
Metodista 0 0,00%
Outras evangélicas 139 32,86%
Plenitude 1 0,24%
Presbiteriana 4 0,95%
Renascer 65 15,37%
Universal do Reino de Deus 14 3,31%
Total 423 100%

 

Denominações (categoria) N %
Protestantes 43 10,17%
Pentecostais 85 20,09%
Neopentecostais 93 21,99%
Outras igrejas (comunidades) 139 32,86%
Católicos 63 14,89%
Total 423 100%

  

Sexo

O público era bem dividido, entre homens e mulheres.

Sexo N %
Masculino 180 42,55%
Feminino 243 57,45%
Total 423 100%

 

Escolaridade e renda

Esses dois dados revelaram um público empobrecido e com baixa escolaridade, bem próximo da realidade do país. Do total de entrevistados, 23,4% possuíam renda entre um e dois salários mínimos e 12,06% até um salário mínimo; 22,46% não concluíram o ensino médio, 34,99% concluíram e 15% concluíram o ensino superior.

Escolaridade N %
Fundamental completo 26 6,15%
Fundamental incompleto 21 4,96%
Médio completo 148 34,99%
Médio incompleto 48 11,35%
Pós-graduação completo 13 3,07%
Pós-graduação incompleto 5 1,18%
Superior completo 66 15,60%
Superior incompleto 96 22,70%

 

Dados sobre política

Quando se trata de preferência ideológica, o público se divide entre esquerda e direita, mas a maioria diz não ter nenhuma preferência. Em relação a partidos, PT e PSDB dominam com 9,22% e 3,78% respectivamente, mas a maioria também diz não ter nenhuma preferência (81,80%). O professor Leandro Ortunes concluiu que as pessoas de esquerda têm mais identidade partidária, ao contrário das de direita, que se alinham mais a discursos anti-políticos, o que não gera identidade nem união.

Outra conclusão do professor é que 81% dos protestantes históricos (Batistas, Metodistas, Presbiterianos e Luteranos) declararam intenção de votar em branco/nulo, o que confirma a histórica apatia desse grupo em relação à participação política.

Preferência ideológica N %
Centro 28 6,62%
Direita 59 13,95%
Esquerda 37 8,75%
Não soube opinar 95 22,46%
Sem preferência 204 48,23%
Total 423 100%

 

Preferência partidária N %
PV 2 0,47%
PMDB (agora MDB) 4 0,95%
PP 2 0,47%
PSC 7 1,65%
PSDB 16 3,78%
PSL 2 0,47%
PRB 1 0,24%
PSOL 4 0,95%
PT 39 9,22%
Sem preferência 346 81,80%
Total 423 100%

 

Intenções de voto com e sem Lula

Com Lula, o petista lidera as intenções de voto (20,09%), Bolsonaro fica em segundo (15,6%) e Marina aparece em terceiro (5,9%).

Intenções de voto com Lula
Candidato N %
Álvaro Dias (Podemos) 4 0,95%
Ciro Gomes (PDT) 7 1,65%
Flávio Rocha (PRB) 1 0,24%
Geraldo Alckmin (PSDB) 17 4,02%
Guilherme Boulos (PSOL) 2 0,47%
Henrique Meirelles (PMDB) 4 0,95%
Jair Bolsonaro 66 15,60%
João Amoêdo (Novo) 3 0,71%
Lula (PT) 85 20,09%
Manuela D’Ávila 0 0,00%
Marina Silva (Rede) 25 5,91%
N/S N/R 52 12,29%
Brancos e nulos 157 37,12%
Total 423 100%

 

Em um cenário sem Lula, Bolsonaro lidera (17,5%), Marina Silva fica em segundo (9,5%) e Alckmin em terceiro (6,1%). Nesse caso, os votos de Lula se pulverizam entre os demais candidatos, primeiro entre bancos ou nulos, segundo para Marina Silva, terceiro para Fernando Haddad (2,36%)e quarto para Ciro Gomes (3,07).

Fonte de informação política

A maioria disse obter informações via televisão, redes sociais e jornais online.

Fonte N %
Jornais impressos 14 3,31%
Jornais online (sites) 37 8,75%
Rádio 18 4,26%
Redes sociais (Facebook, Twitter, blogs) 118 27,90%
TV 236 55,79%
Total 423 100%

 

Conservadorismo

Embora a maioria seja contra, há uma boa parcela que aceita a descriminalização do aborto *em casos de violência sexual e risco de vida da mãe (36,17). A maioria se mostrou contrária à pena de morte (47,04%). Um bom número se mostrou favorável à ideia de outras formas de família, além de tradicional (24,59%) e ao casamento homoafetivo (25,06%).

Descriminalização do aborto
Contrário 197 46,57%
Favorável 55 13%
Favorável* 153 36,17
Não soube opinar 18 4,23%
Total 423 100%
Redução da maioridade penal
Contrário 69 16,31%
Favorável 325 76,83%
Não soube opinar 29 6,86%
Total 423 100%
Pena de Morte
Contrário 199 47,04%
Favorável 153 36,17%
Indiferente 44 10,40%
Não soube opinar 27 6,38%
Total 423 100%

 

Conceito de família é só a união entre e mulher?
Contrário 104 24,59%
Favorável 264 62,41%
Indiferente 50 11,82%
Não soube opinar 5 1,18%
Total 423 100%

 

Casamento homoafetivo
Contrário 249 58,87%
Favorável 106 25,06%
Não soube opinar 68 16,08%
Total 423 100%

 

Identificação e representatividade

O público se dividiu em relação a se sentir representado pela Bancada Evangélica, mas foi taxativo ao dizer que lideranças como o pastor Silas Malafaia e o deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) não os representam.

Bancada Evangélica
Indiferente 77 18,20%
Não conhece 70 16,55%
Não representa 117 27,66%
Não soube opinar 37 8,75%
Representa 122 28,84%
Total 423 100%

 

  Marco

Feliciano

Silas

Malafaia

Sergio

Moro

Não conhece 28,37% 23,17% 17,73%
Não representa 38,77% 37,35% 24,35%
Indiferente 17,49% 19,39% 18,44%
Representa 10,17% 10,87% 14,42%
Total 100,00% 100,00% 100,00%

 

O professor Leandro Ortunes conclui dizendo que:

“Novamente, vemos que a base religiosa não se sente representada por lideranças que se destacam na mídia ou na política. Os pastores Silas Malafaia, Marco Feliciano e Everaldo são os que menos representam os fiéis presentes na marcha. O índice de rejeição foi de 38% para o deputado e pastor Marco Feliciano (membro da Bancada Evangélica), 37,35% para Silas Malafaia e 34,04% para pastor Everaldo. Segundo os entrevistados são as figuras de Joaquim Barbosa e Sergio Moro que geram maior índice de identificação e representatividade. Se somadas as categorias “Representa” e “Representa muito” temos: Para Barbosa (29,55%) e para Moro (39,48%).

Os evangélicos da Marcha para Jesus seguem a mesma lógica do restante do país: um abandono da confiança nas instituições políticas e o depósito de fé em personagens-heróis midiatizados, construídos a partir de ações espetacularizadas do Poder Judiciário.

Neste caso, evangélicos rejeitam até mesmo os líderes que se julgam ser representantes do povo evangélico. Vale destacar que Silas Malafaia em entrevista informou que direcionaria 80% do voto evangélico para Bolsonaro, no entanto, com esse baixo índice de representatividade, é praticamente impossível ele conseguir isso, ou seja, Malafaia não tem poder para eleger ninguém, embora diga ter.”

Clique aqui para acessar a pesquisa na íntegra.

Acompanhe nossa Coluna Política!

Um comentário

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s